segunda-feira, 18 de maio de 2009

ASSALTANTE É RENDIDO E COME SUA PRÓPRIA ARMA




Esta reportagem eu li no site que acompanho da BBC Brasil. Apesar do blog ter um direcionamento devocional e teológico, a notícia não podia passar desapercebida. Ela segue na íntegra abaixo.




Um adolescente americano que foi rendido quando tentava assaltar um internet café, fingindo que uma banana escondida era uma arma, comeu a fruta antes de ser preso, segundo a polícia da cidade de Winston-Salem, na Carolina do Norte.

John Szwalla, de 17 anos, entrou no café com a banana escondida sob a camiseta e exigindo dinheiro, dizendo estar armado.

O dono e clientes do estabelecimento dominaram o adolescente e chamaram a polícia. Segundo eles, Szwalla comeu a banana antes da chegada dos policiais.

Os policiais brincaram que poderiam acusar o adolescente de destruir provas de um crime.
O dono do internet café 109 Biz Center, Bobby Ray Mabe, disse que a polícia tirou fotos da casa de banana para usar no tribunal.

"Se ele tivesse uma arma teria atirado em mim", disse Mabe ao jornal Wiston-Salem Journal. "Mas ele tinha uma banana."

Szwalla foi acusado de tentativa de assalto à mão armada.


segunda-feira, 11 de maio de 2009


Quem é D.A. Carson?[1]

Por Justin Taylor



Donald Arthur Carson nasceu em Dezembro de 1946, filho de Tom e Elizabeth Carson – o segundo de três filhos (ninguém, pessoalmente, o chama de “D.A.”, exceto sua esposa. Ele é conhecido por seus amigos como “Don”). Ele era filho de um pregador (Você pode ler acerca de seu pai, no comovente livro “Memórias de um pastor comum: a vida e reflexões de Tom Carson”)

Na metade da década de 60, Carson era um formando em química e matemática numa universidade em Montreal, Canadá. Ele seguiu trabalhando num laboratório de química, mas num domingo, foi profundamente tocado quando ouviu um sermão sobre Ezequiel 22 (a respeito de Deus buscando um homem para se colocar na brecha) e sentiu o claro chamado do Senhor ao ministério. Após graduar-se no seminário em Toronto, pastoreou uma igreja batista na Columbia Britânica. Durante seu tempo no Canadá, também, plantou algumas igrejas.

Em 1972, ele se mudou para a Inglaterra, onde escreveu sua dissertação de PhD na Universidade de Cambridge, acerca da soberania divina e a responsabilidade humana. Durante seu tempo como estudante, ele falou em reuniões de estudos bíblicos, encontros de estudantes e igrejas, cerca 140 vezes por ano – um prognóstico de seu prolífico ministério de ensino e indicação de seu profundo compromisso com evangelismo e edificação do povo de Deus.

Enquanto estava em Cambridge, ele conheceu Joy Wheildon, uma professora britânica que era incrédula nesta época. Assim que Joy veio a Cristo, um romance floresceu e eles se casaram em Agosto de 1975. Juntos, eles tiveram dois filhos, ambos adultos, agora.

Nos últimos 30 anos, Carson ensinou no Departamento de Novo Testamento da Trinity Evangelical Divinity School. Durante este tempo, veio a ser considerado um dos grandes estudiosos do Novo Testamento e pensadores evangélicos do nosso tempo.

A absoluta produtividade do Dr. Carson é nada menos que impressionante. Alguém poderia ficar cansado apenas trabalhando nos últimos números: ele escreveu 50 livros; 235 artigos; 112 resenhas de livros; e 46 livros editados em várias séries. O cálculo da média disso dá cerca de um livro escrito ou editado a cada quatro meses, com um artigo e duas resenhas a cada seis semanas – durante três décadas.

Mas, então, considere quanto ele lê (cerca de 500 livros num ano em velocidade variada) e quanto ele viaja (mais de 100.000 milhas ao redor do mundo cada ano). Por exemplo, no ano de 2008 ele gastou 119 dias do ano – 1 a cada 3 dias – ensinando a Palavra fora de seu ensino regular no Trinity, e a maioria das vezes era fora dos Estados Unidos.

Juntamente com o seu incrível passo e produtividade, um legado duradouro poderia bem ser a organização que ele e Tim Keller fundaram poucos anos atrás: “The Gospel Coalition”. Keller e Carson têm reunido milhares de outros pastores e professores centrados no evangelho que “se deleitam na sua verdade e poder” e desejam ajudar no treinamento de outros a fazer o evangelho central em tudo aquilo que eles “estimam, pregam e ensinam”.

Enquanto você se prepara para vir ao Next[2], deve saber que não ouvirá um homem que procura impressionar-lhe com suas credenciais acadêmicas ou erudição, mas sim, alguém que buscará mostrar-lhe a linha da história bíblica, persuadi-lo a não se orgulhar em nada além da cruz de Cristo e que se ajuntará a você na adoração a Deus em espírito e em verdade.


[1] Traduzido por Tiago Abdalla e disponível em inglês no site http://www.thisisnext.org/webzine/may_2009#spotlight1 .


[2] O Next é uma Conferência dirigida a jovens, que ocorre nos Estados Unidos, em continuidade ao trabalho iniciado por Joshua Harris no New Attitude. O foco é expor a juventude americana a pastores e teólogos sérios que transmitam a essa geração o evangelho, fielmente e que esta faça o mesmo com a que virá. (Quem dera tivéssemos tal foco com a juventude brasileira. Lamento a situação triste desta nossa nova geração evangélica – mais preocupada com festas e shows do que com uma exposição verdadeira e fiel do evangelho de Cristo).

Marcadores